Batestaca terá edição de Carnaval com Noporn (SP) em Olinda

A festa começa na rua, segue o bloco e termina no aguardado after. Ao todo, somam mais de 16h de curtição.

Em Pernambuco você encontra o Carnaval mais diversificado e democrático do mundo: Frevo, coco, maracatu, caboclinho, manguebeat e suas variações, rock alternativo, brega e agora a música eletrônica tornam o estado um grandioso berço cultural e musical.

Agregando à causa, o projeto Batestaca resolveu fazer uma edição de Carnaval no dia 15 (sábado) em Olinda, começando ao meio-dia e terminando às 5h no dia seguinte. Ou seja, serão mais de 16 horas de muita música eletrônica no principal polo carnavalesco do Estado.

O projeto

A Batestaca nasceu como um braço eletrônico do famoso Som da Rural – carro psicodélico do Recife, responsável por disseminar, valorizar e incentivar a cultural local e o uso de espaços públicos.

Nesse sentido, com a Batestaca não poderia ser diferente. O espaço público é o seu principal terreno, valorizando a cena eletrônica local e ocupando a cidade com uma pista de dança indescritível.

A partir do momento que a cidade começa a dialogar com os novos estilos musicais, a música eletrônica ganha espaço e começa a ser pautada como integrante da multiculturalidade nordestina.

“A gente acredita que a Batestaca parte do pretexto de descentralizar a música eletrônica nacional, colocando ela em um ponto de integração entre a cidade, as pessoas e as sonoridades em todos os contextos que a música pode ocupar, desde o âmbito sociocultural até o festivo”, pontua Raquel Alves, co-fundadora da Batestaca.

Percebendo a necessidade de atentar-se aos movimentos eletrônicos locais e a infinita possibilidade de fazer novos ritmos e vertentes soarem pelos ambientes da cidade, o projeto conta com a Rural (modelo de carro da década de 60) como palco para as novas plataformas e tecnologias.

“Usar o Som na Rural como palco para isso faz todo sentido levando em conta o diálogo que o projeto vem traçando com a população, sendo desde sempre um ambiente de troca para a inovação da música em todos os contextos”, avalia Pedro de Renor, co-fundador da Batestaca.

Edição de Carnaval

Com mais de 16 horas de festa, a programação do evento foi dividida em três momentos:

1-Concentração (12h): Será no Sítio Seu Reis que fica por trás da Igreja do Carmo e irá contar com Léo, Nubian Queen, Kai b2b Vands (Dip DJs) e Bayma;

2-Saída do Bloco (17h): Responsável pela saída do Bloco, Libra comandará o cortejo, fazendo um percurso de 1,5 km que terminará em frente ao Recanto do Ingá (antigo Xinxim da Baiana) e local do after;

3-After (19h): Vão se apresentar Nadejda, Ultra, Geni b2b Mx, D’Renor e NoPorn, diretamente de São Paulo.

NOPORN

No ar desde o início dos anos 2000, quando tocavam em clubes de São Paulo, NoPorn estourou como um projeto de poesia recitada, marcada por batidas dançantes e versos sussurrados, revelando hits como Xingu e Baile de Peruas, do primeiro álbum da banda. Em 2016 eles lançaram “Boca”, segundo disco, que une sensualidade aos beats e vibe clubber do duo.

A apresentação conta também com os singles do disco mais recente, como Maiô da Mulher Maravilha, Cavalo e Tanto.

E você? Vai perder essa folia eletrônica pelas ladeiras de Olinda?

Ingressos: https://www.sympla.com.br/batestaca-de-carnaval—em-olinda__773781

Créditos foto: Pavoafotos

Compartilhar: